x

10 maiores tendências das semanas de moda E mil looks direto da passarela para você se inspirar

A gente consegue resumir o mês das semanas de moda em duas categorias principais: teve a volta dos anos 70 e teve o frio. Europeu, daqueles que gela até a alma. Dava até para parar aí, mas não seria exatamente justo com tudo o que vimos nesses milhões de desfiles.

Parece que o que passou na cabeça dos designers foi “como deixar minhas clientes aquecidas e maravilhosas?”. Daí uma série de detalhes começaram a surgir nas coleções e destacamos dez tendências vistas nas passarelas desse último mês.

Acompanha com a gente:

Franjas

(Da esquerda para a direita: Nina Ricci, Burberry Prorsum, Andrew Gn, Ralph Lauren)

As franjas continuam em alta. Bem em alta. Contando por cima, vimos bem uns cem estilistas empregando franjas de alguma forma em suas criações. Nada muito inovador, né?

Gola alta branca

(Da esquerda para a direita: Rachel Zoe, Cedric Charlier, Eudon Choir e Oscar de la Renta)

Quem diria que uma gola alta branca iria com absolutamente tudo? Mas se tem uma coisa que a gente aprendeu nesse último mês, foi exatamente isso.

Wes Anderson

(Da esquerda para a direita: Lacoste, Emilia Wickstead, Bally e Gucci)

“The Grand Budapest Hotel” pode até não ter levado tantos prêmios assim no Oscar, mas no quesito inspiração para as fashion weeks?! Imbatível. E não é impressão nossa. Vários estilistas citaram o diretor durante as entrevistas.

Detalhes vitorianos

(Da esquerda para a direita: Zimmermann, Philosophy, Alexander McQueen, Giles)

Além de Wes Anderson, outra grande inspiração das coleções outono/inverno 2015 foi a exibição “Death Becomes Her” do Metropolitan Museum of Art. O resultado? Vários detalhes vitorianos.

Laços

(Da esquerda para a direita: House of Holland, Emilio Pucci, Chanel e A Detacher)

O clássico do office look que anda funcionando bem até fora dele. Se você é fã, pode apostar em laços mil, porque tá na moda.

Pele na gola

(Da esquerda para a direita: Altuzarra, Matthew Williamson, Jason Wu e Rodarte)

Todo mundo investiu na pele – e a gente espera que seja falsa, viu? Na gola, então, foi maioria nos desfiles. 

Capas

(Da erquerda para a direita: Versace, Lanvin, Christopher Raeburn e Dolce & Gabbana)

Nessa você vai ter muitas opções, porque cada estilista fez sua própria versão de capa nessas semanas de moda.

O “atlético chic”

(Da esquerda para a direita: Paco Rabanne, Rag & Bone, Alexis Mabille e Tommy Hilfiger)

Não é de hoje que a roupa de academia transcende seu “habitat natural” e compõe um look mais formal. Nas passarelas, foi também isso o que a gente viu. Então pode caprichar nas próximas compras pra aproveitar as roupas além da malhação.

Sobretudos

(Da esquerda para a direita: Valentino, Moschino, Christian Dior e John Galliano)

Outra tendência que promete manter todo mundo aquecido é a dos sobretudos até o chão – em qualquer forma, cor ou tecido.

Boho

(Da esquerda para a direita: Giamba, Tory Burch, Roberto Cavalli e Alberta Ferretti)

Andando ali, ó, de mãos dadas com a tendência dos anos 70 está o boho, mais uma vez dominando as passarelas – agora com looks mais coloridos e divertidos.

E aí, já tem alguma tendência em vista para inovar o guarda-roupa?

 

OPS!

Estamos com algum problema de conexão!

Por favor, atualize a página ou tente novamente mais tarde.