x

Adolescente pode treinar na academia? Isaías Rodrigues tira as principais dúvidas

Com quantos anos uma pessoa pode frequentar uma academia? Pode fazer musculação? Prejudica o crescimento? Dúvidas como essas são comuns entre pais de adolescentes. Na idade em que o corpo está em formação, será que algum tipo de exercício pode não fazer bem? Isaías Rodrigues é professor de Educação Física, membro do Best Trainers Club, proprietário da academia e.motion, logo entende bem essas questões.

 

1 - A partir de qual idade meus filhos podem malhar?

Na adolescência, meninos e meninas estão definindo a estrutura  óssea. Dos  10  aos 15  anos, os exercícios musculares deverão  única  e  exclusivamente  acompanhar  o  rápido  desenvolvimento ósseo  e evitar vícios posturais que podem ocorrer  nesse período. Até  o  témino  do  estirão,  não  deverão  ser  utilizadas  cargas  acima de  35%  de  1 RM (uma  única repetição com a carga  máxima  possível  em  cada  movimento). O ideal é acompanhar o treino e conversar com o educador físico.

2 - Adolescentes podem tomar suplementos?

Sim, mas a  suplementação deverá ser somente um suporte para uma alimentação balanceada e em hipótese alguma poderá substituir as refeições. Vitaminas (C, E, Complexo B) e minerais (zinco e selênio) são de grande valia, pois ajudam em todo o processo de formação estrutural e muscular e também ajudam na recuperação física.

3 - E whey protein?

Sim, uma  medida de whey pós-treino. Porém, novamente, ela não pode substituir uma refeição.

4 - Minha filha quer ter pernas como as das "Panicats", super definidas...

O desenvolvimento muscular depende de uma série de fatores, mas, principalmente, do potencial genético de cada pessoa. Na expectativa de parecer com alguém, é comum nos depararmos com frustrações. Os pais devem alertar que mulheres com músculos super definidos, como as famososas “Panicats”, são adultas que desenvolveram músculos ao longo de anos de prática esportiva e dedicação intensa aos treinos e alimentação regrada. Não existe atalho ou “pó mágico” para  isso.

5 - E o meu filho quer um tanquinho.

A definição de qualquer músculo está muito mais associada à diminuição da gordura corporal e retenção liquída global do organismo do que aos exercícios localizados. O músculo abdominal deverá ser exercitado e estimulado igualmente aos demais músculos e com o apropriado intervalo de descanso, que deve ser de pelo menos 48  horas. E, novamente, é super importante levar o potencial genético em consideração. Por isso, é bom alertá-lo para evitar treinos excessivos.

6 - Quero ajudar meu/ minha filho/a a perder peso, o que fazer?

Balancear a dieta para que a ingestão calórica seja menor do que o gasto durante os exercícios físicos. E, é claro, você deverá orientar a prática de pelo menos 180 minutos semanais de atividades cardiovasculares que queimam calorias, melhoram a capacidade pulmonar e ainda fortalecem o coração.

 

OPS!

Estamos com algum problema de conexão!

Por favor, atualize a página ou tente novamente mais tarde.