x

Essa é a sua fita O impacto da série “13 reasons why” e seus ensinamentos

 

A este ponto, todo mundo já viu a série “13 reasons why” da Netflix, ou ao menos já ouviu falar da história de Hannah Baker. O que parecia ser mais uma série teen, se tornou um verdadeiro fenômeno pelos motivos certos e deixou algumas lições de casa.

 

Foto: Pinterest

 

A primeira das lições é a tal da empatia, que todo mundo fala hoje em dia, mas poucos praticam para valer. Colocar-se nos sapatos do próximo não te torna só uma pessoa melhor, mas também evita situações de dor e sofrimento para quem te rodeia. Se um das 13 pessoas tivesse feito essa reflexão, poderia ter evitado o fim trágico de Hannah.

O bullying é assunto recorrente de uns anos para cá. Depois de Demi Lovato falar publicamente sobre seu caso e colocar-se contra essas práticas, parecia que estávamos a poucos passos do fim dessa violência. 13RW é certamente o melhor exemplo do quanto algo assim pode impactar a vida de alguém. O bullying ainda existe dentro de escolas, faculdades, cursos e outros ambientes coletivos, principalmente entre jovens. Ou seja, ainda há muito para dizer sobre o assunto.

Além da obviedade, a série fala sobre uma questão tão importante quanto o suicídio e a violência sexual: a responsabilidade emocional. Todas as 13 pessoas não mediram palavras maldosas ou atitudes mesquinhas e egoístas… Já parou para pensar que os danos causados ao emocional de Hannah são os verdadeiros causadores da sua morte?

Ao invés de apontar uma glamurização do suicídio, - se você entendeu assim, precisa assistir direito - a série traz à tona muitos tópicos cotidianos que raramente são abordados com tanta veemência. As cenas do estupro e do suicídio não tem nada de bonitas! São perturbadoras, dolorosas e tristes. Não seja o motivo da ruína de alguém; 13RW já é um clássico atemporal por chocar e passar a mensagem certa: seja gentil, sempre.

 


Nathalia Ferrari

Nathalia Ferrari é jornalista e fã da cultura pop; venera Madonna e Britney acima de todas as coisas. Apesar de nascida nos anos 90, não foi angeliquete, nem chiquitita. Superou essas e outras dificuldades. Viciada em maquiagem e chocolate. Sabe explicar a regra do impedimento e a linhagem Kardashian.

 

OPS!

Estamos com algum problema de conexão!

Por favor, atualize a página ou tente novamente mais tarde.