x

Cosméticos com ingredientes exóticos Descubra quem usa e quais são os benefícios destes produtos com ingredientes fora do comum!

Ovas de peixe, veneno de cobra e gosma de lesma são coisas que estávamos acostumadas a ver no National Geographic, e não no rótulo de produtos de beleza. Mas isso agora é uma realidade cada vez mais comum. A busca incansável da indústria de cosméticos por substâncias inovadoras e tecnológicas acabou se voltando para ingredientes que ninguém imaginaria que poderia fazer parte de um produto para beleza. Alguns são até bizarros. Celebridades já aderiram à moda e aprovam. Mas, afinal, é pura jogada de marketing ou de fato o uso destes ingredientes é justificável? Confira o que descobrimos sobre cada um.

Veneno de cobra

Há 4 anos, cientistas suíços descobriram uma relação entre a ação do veneno da cobra com anti-aging . Os cientistas pensaram: se o veneno da cobra tem o poder de paralisar uma pessoa ou um animal, então, talvez esse mesmo princípio possa ser usado para eliminar rugas e linhas de expressão. Foi assim que desenvolveram o Syn®-Ake, uma versão sintética do veneno de serpente, ou seja, não oferece nenhum risco à saúde. Sua ação é similar à do botox, relaxando os músculos e reduzindo rugas. O SINEIK Gel Restaurador Anti-idade que foi na Glambox Royal Edition tem esse veneno de cobra sintético e ainda conta com ouro 24K em sua composição, que eixa a pele iluminada e radiante. Estudos com SINEIK mostraram que, após 30 dias de uso, as pessoas tiveram 95% aumento da firmeza, hidratação e maciez da pele; 80% de aumento da elasticidade; 70% de melhora de rugas e 75% da melhora da uniformidade do tom da pele. 

Sineik

Quem usa: Debra Messing, Gwyneth Paltrow, Paola de Orleans.

Veneno de abelha

abelhas

O creme que tem feito a cabeça de famosas, como Kate Middleton, contém cerca de 1% de veneno de abelha de colmeias orgânicas.  O princípio ativo do veneno da abelha, melitina, atua mandando sinais para o sistema nervoso, que são interpretados como se fosse uma picada. O corpo reage aumentando o fluxo sanguíneo e a produção de colágeno e elastina. O processo todo é indolor. Ele não tem efeito tensor, como o veneno da cobra, só melhora a textura e a firmeza da pele. Quem usa: Kate Middleton, Kylie Minogue.

Caviar

Caviar

O caviar, que são ovas do peixe Esturjão, já era um ingrediente famoso (e luxuoso) na gastronomia. Já há algum tempo, médicos o usavam em fórmulas de manipulação, mas só há alguns anos que o caviar se difundiu na área dos cosméticos. Estudos já comprovaram sua ação hidratante intensiva e firmadora. Assim como na gastronomia, os cosméticos que contém a iguaria também não são nada baratos. Quem usa: Angelina Jolie.

Muco de lesma

Pelo o que a gente saiba, a novidade ainda não chegou ao Brasil. Mas já virou febre na Coréia do Sul cosméticos que têm em sua composição aquela gosma que as lesmas deixam para trás ao passar. Achou nojento? Pois é, mas pesquisas com peles agredidas por radioterapia já comprovaram que a tal meleca possui propriedades regenerativas. Além de ajudar na cicatrização, ela ameniza linhas de expressão, melhorando a elasticidade da pele e também é usada para remover cicatrizes, estrias e suavizar marcas de acne. Será que o nojo supera os benefícios?

Água do Mar morto

 Mar morto

Perto dos ingredientes acima, esse é fichinha. A água do mar Morto contém 7 vezes mais sais do que qualquer outro mar ou oceano (inclusive, esse é o motivo de as pessoas não conseguirem afundar ao se banhar nas águas dele). A água desse mar tem poder anti-inflamatório, ajuda na cicatrização, elimina toxinas e melhora a circulação da pele.

 

OPS!

Estamos com algum problema de conexão!

Por favor, atualize a página ou tente novamente mais tarde.